quarta-feira, 24 de junho de 2009

.:. PROJETO ESTILO SOLIDÁRIO LANÇA COLEÇÃO IRA BARRA AZUL .:


O Projeto Estilo Solidário, realizado através da parceria FUNCI (Fundação da Criança e da Família Cidadã) com o IFECT - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará?(), no decorrer de seu ano letivo, desenvolveu uma aprendizagem teórica e técnica em “estilismo e moda contemporânea”, estimulando o reconhecimento do potencial criativo de seus alunos e proporcionando as competências necessárias para o exercício dessa atividade. De tal modo, tornou-se possível a criação de uma coleção que lançará para a cidade de Fortaleza a grife do projeto, a grife HÉLADE.

HÉLADE APRESENTA COLEÇÃO HOJE NO TJA

A primeira coleção da grife HÉLADE intitula-se “IRA BARRA AZUL”, composta de 12 looks - todos de moda feminina -, cuja temática é a BARRA DO CEARÁ. A estilista RUTH ARAGÃO é coordenadora pedagógica do Projeto Estilo Solidário, e no desfile atua como consultora e stylist.

Hoje dia 24 de junho (quarta-feira), a partir das 18h30 no THEATRO JOSÉ DE ALENCAR, convidados e imprensa são esperados nos jardins do TJA para, logo após a apresentação da peça “RETALHO E REBOTALHO”, conferirem o fashion show “IRA BARRA AZUL” às 19h30min no pátio interno da casa de espetáculos.

O cenário do Theatro José de Alencar foi escolhido por ser um templo da arte e da cultura do Ceará. Sua localização no centro da cidade viabiliza e facilita o deslocamento de nossos convidados: familiares, amigos, profissionais e estudantes de moda, interessados em arte, cultura, moda e cidadania, imprensa especializada, instituições envolvidas e suas autoridades.

MAIS SOBRE O PROJETO ESTILO SOLIDÁRIO E O DESENVOLVIMENTO DA COLEÇÃO “IRA BARRA AZUL”

Ao entendermos a MODA como uma disciplina do saber contemporâneo que nos possibilita reflexões e questionamentos no campo cultural, psicossocial e econômico, evidenciamos a importância de dialogarmos mais diretamente com a cidade que habitamos e que ajudamos a construir a cada dia. É nessa perspectiva que IRA BARRA AZUL nasce.


“Na inquietação de nossos alunos em compreender melhor a dinâmica e os rumos da cidade de Fortaleza, o bairro da Barra do Ceará foi escolhido como objeto de pesquisa e estudo para a criação de sua coleção de moda”, explica Ruth Aragão.

“Nossos jovens pesquisadores-criadores conheceram “in loco’ o bairro que, a exemplo de tantos outros da cidade de Fortaleza, sofre com o crescimento desordenado e o consequente aumento de vulnerabilidade social de seus moradores, em especial, de seus jovens”, complementa Ruth.

Na potência do seu ato transformador, a moda, aqui expressa na criação dos alunos do Projeto Estilo Solidário, é capaz de ressignificar as mazelas, desilusões e desesperança de nosso povo. Assim, sem qualquer anacronismo, a coleção criada e desenvolvida é uma coleção de roupas com cores fortes, modelagens cuidadosas, estilo urbano e em sintonia com a atual produção de moda do Brasil e do mundo.

Acreditando na contribuição de nosso trabalho para o fortalecimento de ações ao enfrentamento a essa condição de vulnerabilidade social dos jovens de baixa renda, desejamos apresentar à nossa cidade a coleção desenvolvida pelo Estilo Solidário.

SERVIÇO:
· FASHION SHOW DE LANÇAMENTO DA COLEÇÃO “IRA BARRA AZUL” PELO Projeto Estilo Solidário
· QUARTA, 24 DE JUNHO
· LOCAL: TEATRO JOSÉ DE ALENCAR
· HORÁRIO: 18:30 h (recepção)
· 19h30min h ( fashion show ) logo após a peça do projeto Abracadabra: “Retalho e Rebutalho” (*)

(*) Projeto Abracadabra DO tja apresenta a estréia de “Retalho e Rebotalho”


Afonso vive como um pássaro cativo. Carente de afeto, cria um a partir de pequenos fragmentos, retalhos de vivencia que confusamente,tentam ligá-los para dar sentido a sua vida.

Surpreendido com novas emoções o que seria um vôo de libertação, torna-se palco de conflitos que culmina de forma trágica e comovente.


Grupo: Cia. Arrumação.
Texto: Clariisse Ilgenfritz.
Direção: Jorge Ramos -
Elenco: Geane Albuquerque, Paulo Victor, Cintia Alves, Jhonathan Santos, Thiara Crispin, Fernanda Girão.
Recomendação: 14 anos.

Um comentário:

erik gissele disse...

CONFESSO QUE ADOREI TUDO.
TEVE ALGUMAS HORAS QUE ACHEI QUE A CORTINA IA PEGAR FOGO,MAS GRAÇAS A DEUS TUDO CORREU BEM ...